wrapper

Sesso nova CmaraOs vereadores da Câmara Municipal cobraram na sessão ordinária dessa quarta-feira (13.03), uma reunião com o governador Mauro Mendes (DEM), para reivindicar a necessidade da instalação do Instituto Médico Legal (IML), em Várzea Grande.

Os vereadores, Rogério França Martins – o Rogerinho da Dakar (PV) e Rodrigo Coelho (PTB), lembraram que a “luta” em trazer um IML para o município é de todos os parlamentares, e vem sendo cobrada há muito tempo.

“Vamos retomar uma luta antiga dos vereadores, e uma luta dos 21 vereadores. Nós reunimos com o então governador Pedro Taques, aonde pedimos a construção do nosso IML. Essa solicitação se deve a dificuldade que enfrentamos, quando levamos o corpo de familiar ao IML de Cuiabá, e ainda temos que esperar em meio ao tumulto e demora no atendimento”, reclamou Dakar.

Chico Curvo, um dos vereadores da atual legislatura, que cobra há muito tempo a implantação do IML, não se mostrou tão esperançoso: “O IML irmão, só De­­­­­us é quem sabe”.

Já o vereador Edilei Roque de Cesário, Neni Chimarrão (PTC) cobrou que o líder da prefeita, Lucimar Sacre de Campos (DEM), o vereador Pedro Paulo Tolares, o Pedrinho (DEM), organize uma comitiva para cobrar do atual governador do Estado, Mauro Mendes (DEM), a construção de uma unidade no município.

“Sugiro que o líder da prefeita agende uma visita ao Governo, eu acredito que os 21 vereadores, a grande maioria daqui apoiou o governador, e que ele ouça um pouco os nossos pedidos, porque todos nós somos cobrados”, pontuou Neni.

O presidente da Casa de Leis, Fabio José Tardin (DEM), pediu aos edis que tenham paciência com o colega de partido. Segundo ele, Mauro irá atender as demandas de Várzea Grande.

“Eu acredito muito nesse governo Mauro Mendes, até porque o Estado está passando por um momento difícil. Eu tenho certeza que nós vamos nos reunir com ele, porque político que não tem palavra viu o que acontece, a população ‘correu’ com Pedro Taques. Vamos dar um tempo para ele respirar, ele está colocando a Casa em ordem, e não é fácil. Vamos cobrar, e eu tenho certeza que seremos atendidos, até porque ele é de nosso partido”, concluiu.

Da: Assessoria/Adriana Assunção

Sesso nova Cmara

banner prefeitura 2018

selo 150

visite site 2